Agro e Campo

Cachorro vira-lata: conheça sobre

Não há uma origem definida para o Vira-Lata, já que esses cachorros são fruto da mistura de várias raças. Surgido há cerca de 15 mil anos, o Vira-Lata é considerado por alguns especialistas como o cachorro mais antigo do mundo. Além de ser descendente de lobos e raposas, como todos os outros cães, naquela época o ser humano não agia para preservar certas características dos cães em detrimento de outras, então os cruzamentos eram livres.

Sobre a origem do nome Vira-Lata, por outro lado, parece haver um consenso: a maior parte desses cãezinhos vem das ruas, derrubando latas de lixo para buscar alimento. Ainda que com o passar dos anos o Vira-Lata esteja tendo seu valor reconhecido, e muitas pessoas estejam optando por adotar um desses cães únicos, ainda há muitos em busca de um lar e de uma família amorosa.

Quais são os tipos de Vira-lata

Existem infinitos tipos de Vira-Lata, já que esse cachorro é literalmente único. Mas há alguns casos em que as pessoas se referem a um Vira-Lata de determinadas maneiras com base em suas características físicas.

Os mestiços, por exemplo, são cachorros Vira-Lata com uma ou duas características físicas muito marcantes. Pode ser um Vira-Lata com o corpinho alongado como um Dachshund, por exemplo, ou com os olhos azuis bem claros, como um Husky.

As chamadas raças híbridas, por outro lado, são resultado do cruzamento de duas raças conhecidas com o propósito de obter um Vira-Lata específico. É o que acontece no caso dos labradoodles (os filhotes de poodle com labrador), dos pomchis (lulu da pomerânia com chihuahua) e pitskys (pitbull com husky).

Pelagem do Vira-lata

Assim como existem muitos tipos diferentes de Vira-Lata, a sua pelagem também pode ser bem variada. Os pelos podem ser bem curtinhos ou então mais compridos, lisos, ondulados ou encaracolados. Tem de todo jeito!

A variedade de cores do Vira-Lata também é enorme. Existem os Vira-Latas pretos, brancos, malhados e marrons e, claro, o Vira-Lata caramelo, que já virou até símbolo da América Latina e, especialmente, do Brasil.

Cuidados com a pelagem do Vira-lata

Os cuidados necessários vão variar de acordo com cada cãozinho. Para os pelos mais longos, as escovações diárias ou em dias alternados são fundamentais para afastar os nós e manter os pelos desembaraçados. O Vira-Lata de pelagem mais curtinha pode ser escovado uma vez por semana, apenas para remover os pelos soltos.

De um jeito ou de outro, vamos combinar o seguinte: não é porque o Vira-Lata não tem pedigree que sua pelagem não merece cuidados. Pelo contrário! Dê ao seu cãozinho sem raça definida todo amor e carinho desse mundo.

Você também pode gostar...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.