Pular para o conteúdo

Segunda via IPTU: como emitir?

O IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) é um tributo municipal cobrado anualmente de proprietários de imóveis urbanos, sejam eles residenciais, comerciais ou terrenos. Sendo assim, é importante saber como emitir a segunda via IPTU, a fim de evitar dores de cabeça com a prefeitura. 

Publicidade

O valor do imposto varia de acordo com o valor venal do imóvel, que é determinado pela prefeitura com base em diversos fatores como localização, tamanho e tipo do imóvel. A boa notícia é que emitir a segunda via IPTU é um um processo simples que pode ser feito de maneira online, dependendo da cidade onde o imóvel está localizado.

Entretanto, sabemos que não é todo mundo que sabe como fazer isso, principalmente pessoas que não têm facilidade com a internet. Por isso, pensando em te ajudar, preparamos o post de hoje para explicar como emitir segunda via IPTU. Vamos lá? 

Qual a importância do IPTU?

Primeiramente, devemos explicar o papel do IPTU para a cidade e para a comunidade. Isso porque, este imposto é uma das principais fontes de receita para os municípios, ajudando a financiar uma variedade de serviços públicos essenciais, como educação, saúde e infraestrutura. Sendo assim, ao pagar o IPTU em dia, você está contribuindo para o desenvolvimento e a manutenção da sua cidade.

Publicidade

Como emitir segunda via IPTU?

1. Verifique o site da Prefeitura

O primeiro passo para emitir a segunda via do IPTU é acessar o site oficial da prefeitura da cidade em que o imóvel está. Na maioria das cidades, é possível solicitar a emissão diretamente no site da prefeitura.

2. Acesse o Portal de Serviços ao Cidadão

Após acessar o site da prefeitura, procure pelo Portal de Serviços ao Cidadão, ou um nome similar. Esse portal geralmente contém uma variedade de serviços online disponíveis aos cidadãos, incluindo a emissão da segunda via do IPTU.

3. Localize a opção de emissão de segunda via do IPTU

No Portal de Serviços ao Cidadão, procure pela opção de emissão da segunda via do IPTU. Esta opção geralmente está localizada na seção de serviços relacionados a imóveis ou impostos.

4. Insira as informações necessárias

Para emitir a segunda via do IPTU, será necessário inserir algumas informações sobre o imóvel e o proprietário. As informações geralmente requeridas incluem o número de registro do imóvel, que pode ser encontrado na escritura do imóvel, e o CPF ou CNPJ do proprietário.

5. Confirme e imprima a segunda via IPTU

Depois de inserir todas as informações necessárias, confirme os detalhes e prossiga com a emissão da segunda via do IPTU. Ela será gerada em formato PDF, que pode ser impressa ou salva para pagamento posterior.

6. Realize o pagamento da segunda via IPTU

Você pode fazer o pagamento da segunda via do IPTU em qualquer instituição bancária, casas lotéricas ou até mesmo online, através do internet banking do seu banco. Não se esqueça de pagar o IPTU dentro do prazo estabelecido para evitar multas e juros.

Publicidade

O que fazer se não conseguir emitir a segunda via IPTU

Caso não consiga emitir a segunda via do IPTU online, entre em contato com a prefeitura ou vá pessoalmente ao setor responsável. Eles poderão fornecer orientações adicionais ou emitir a segunda via para você.

Em suma, a emissão do carnê é um processo simples e você consegue fazer online na maioria das cidades. No entanto, caso encontre dificuldades, não hesite em entrar em contato com a prefeitura para obter ajuda.

O Que Fazer em Caso de Perda do Carnê de IPTU

Se você perdeu o carnê ou não o recebeu, é possível emitir a segunda via conforme as instruções acima. Sendo assim, recomendamos que, ao receber o carnê de IPTU, guarde-o em um local seguro e de fácil acesso para evitar a perda.

Informações sobre Isenções e Descontos

Algumas prefeituras oferecem isenções e descontos no IPTU para determinadas categorias de proprietários, como idosos, pessoas com deficiência ou de baixa renda. Se você acredita que pode ser elegível para um desses descontos ou isenções, entre em contato com a prefeitura para obter mais informações.

Portanto, a emissão da segunda via do IPTU é um procedimento simples e essencial para todos os proprietários de imóveis. É importante estar em dia com este imposto para evitar problemas futuros e contribuir para o desenvolvimento do município. Lembre-se sempre de verificar se há descontos ou isenções disponíveis para você e de entrar em contato com a prefeitura caso tenha dificuldades ou dúvidas.

Marcações: