Pular para o conteúdo

Segunda via CEEE: saiba como emitir

Seja por perder a conta ou o prazo de pagamento, emitir a 2ª via CEEE é uma forma simples e prática para pagar sua conta de energia. Presente no estado do Rio Grande do Sul, essa concessionária de energia elétrica possui milhões de clientes.

Publicidade

Sigla para Comissão Estadual de Energia Elétrica, a empresa é responsável pela distribuição de energia elétrica no Rio Grande do Sul e atua desde a década de 40 no ramo.

Sendo assim, é muito comum que os clientes solicitem a segunda via CEEE, especialmente pelo fato de que hoje em dia não é possível contar com o prazo dos Correios. Afinal, é comum que as contas cheguem atrasadas.

Da mesma forma, se recebe por e-mail, também está sujeito a algum bug de internet. Por isso, se você quer maior agilidade e não depender de terceiros para pagar a energia, continue acompanhando o post de hoje e saiba como solicitar a 2ª via CEEE.

Publicidade

Como emitir segunda via CEEE?

Para solicitar a 2ª via CEEE, o processo é bem simples. Afinal, a empresa entende que hoje em dia, muitas pessoas preferem emitir a fatura por conta própria, sem precisar depender de sistema ou entrega.

Além disso, em meio à correria dos dias atuais, essa facilidade ajuda bastante as pessoas a não perderem o prazo de pagamento. Sendo assim, confira abaixo como solicitar a segunda via CEEE:

  • Acesse o site oficial CEEE e escolha a opção “para sua casa ou empresa”;
  • Em seguida, clique em “2ª via da fatura”;
  • Você será direcionado para a Agência Virtual CEEE e aqui deverá digitar o número do CPF ou CNPJ cadastrado e marcar o captcha;
  • Em seguida, é necessário fazer um pequeno cadastro e informar os dados principais, como nome completo, endereço e número de instalação (que pode ser encontrado em sua própria conta);
  • Depois, basta escolher a opção de segunda via e fazer o download da fatura para pagamento.

O que preciso ter em mãos para emitir a segunda via CEEE?

Para solicitar a segunda via CEEE, você precisa de algumas informações básicas, como:

  • Número do CPF ou CNPJ do titular da conta;
  • Número de instalação (localizada no topo da conta);
  • Dados para cadastro, como nome completo, endereço e e-mail.

Como pagar a segunda via CEEE?

A boa notícia é que é possível pagar a segunda via CEEE de diferentes maneiras. Com isso, você tem muito mais praticidade em seu dia a dia e pode pagar da forma que for mais fácil. Confira abaixo:

No aplicativo do banco ou carteira digital utilizando o código de barras da fatura;

Em agências bancárias, caixa eletrônico ou casas lotéricas;

Publicidade

Cadastrar no débito automático. Lembrando que ele só pode ser feito nos bancos conveniados, como Banco do Brasil, Banco Santander, Banrisul, Caixa Econômica Federal, Banco Bradesco, Banco Itaú, Banco HSBC, Sicredi e Banco Mercantil do Brasil.

O que acontece se atrasar a conta de luz?

Assim como acontece em outras empresas de energia, se você se esquecer se pagar a conta de luz ou perder a data de vencimento, deverá arcar com multa de 2% do valor total da conta mais 1% ao mês de juros de mora com correção monetária.

Além disso, se você receber uma notificação oficial em sua casa e ainda sim não quitar o débito pendente, a luz pode ser cortada em 15 dias. Lembrando que a empresa tem 90 dias após a data de vencimento para fazer o corte.

E se você não conseguir emitir a 2ª via CEEE?

Se você não conseguir emitir a segunda via da conta de luz por algum motivo, é necessário entrar em contato com a CEEE, por meio de algum dos canais de atendimento disponíveis. Confira abaixo os principais:

  • Assistente virtual: WhatsApp (51) 3382-5500;
  • Telefone: 0800 721 2333;
  • SMS: número 27307, que deve ser preenchido com a palavra LUZ e o número da Unidade Consumidora (UC);
  • Em uma das agências da CEEE de forma presencial.

Então, agora que você sabe tudo sobre a segunda via CEEE, já entende que ela pode ser emitida diretamente pelo site oficial da empresa. Lembre-se de não atrasar o pagamento, a fim de evitar multas, juros e até mesmo o corte do fornecimento de energia. Se preferir, o cadastro no débito automático é a melhor opção.

Marcações: